Festival Ayuni Belly Dream


1. DESCRIÇÃO 

O Festival Ayuni Belly Dream é o primeiro do gênero na cidade e há três anos traz para Jaguarão uma Orquestra Árabe Internacional, além de Escolas, Cias e Bailarinos Nacionais e Internacionais para realização de cursos de especialização e apresentações. Tem sua origem no Evento de Encerramento do ano letivo do Ayuni Studio de Dança, que evoluiu de uma Mostra de seus alunos, passando para um Espetáculo integrado de diversas manifestações artísticas com participações especiais, chegando ao formato atual de Festival.

Após cinco anos em crescente evolução na produção deste evento, surgiu a oportunidade de expandir essa proposta ainda mais, e de descentralizar os grandes festivais dos principais centros urbanos, trazendo expressivos artistas do cenário da dança e da música árabe ao interior do país, oportunizando aos apreciadores da arte e ao público em geral, assistir um espetáculo diferenciado, onde os alunos e artistas mostram seu trabalho num ambiente de total imersão e integração, onde os iniciantes dividem o palco e os bastidores com artistas experientes desta arte em ascensão no país e que movimenta um mercado em crescente expansão.

Desta forma foi possível colocar em destaque uma cultura tão diversificada e tão incompreendida por muitas pessoas, mesmo estando numa região com forte destaque na imigração árabe do RS e do Brasil. Tendo como diferencial ser um dos maiores Festivais do gênero organizado no Interior do País e na Faixa de Fronteira, tornando-se praticamente um evento Binacional, no centro do MERCOSUL e o único a trazer uma Orquestra Internacional de música Árabe completa.

2. FINALIDADE

O Evento tem por finalidade oportunizar a bailarinos e bailarinas de escolas a participarem de um show totalmente dedicado a Dança do Ventre, puro e simplesmente feito para que possam mostrar todo seu talento para um grande e participativo público, onde todos fazem parte do Show, dividindo o palco e os camarins com renomados artistas da música e da dança árabe nacional e internacional, bem como dar oportunidade a professores de mostrarem seu trabalho através de workshops de integração, e aos alunos de incrementarem seus estudos e conhecimentos para o desenvolvimento, fortalecimento e a divulgação desta arte. Além disso, serve para desmistificar um pouco da Cultura Árabe existente no país, que pela visão ocidentalizada tem muitas deturpações e preconceitos, trazendo não só a dança do ventre (bellydance) que hoje é mundialmente reconhecida, mas também o folclore tradicional de um povo tão importante para a história da humanidade.

Informações Turísticas

3. OBJETIVOS  GERAIS

– Promover um evento democrático de ampla participação popular que incentive a prática da dança como expressão artística, contribuindo para a difusão cultural e o desenvolvimento regional;

– Descentralização de grandes Festivais de Dança dos principais polos urbanos, mostrando que no interior também existem escolas e bailarinas qualificadas e que é possível realizar um festival de qualidade;

– Realizar convênios com Entidades de Ensino, colaborando na formação prática dos universitários de cursos correlatos e fomentando a participação de Alunos do Ensino Médio e Fundamental;

– Promover a arte aliada ao turismo histórico, gastronômico e comercial de nossa cidade.

– Manter a realização do Festival anualmente tornando-o referência no país e reconhecido internacionalmente;

– Garantir o direito e acesso a cultura, principalmente trabalhando com a inclusão Social de crianças e adolescentes com vulnerabilidade financeira e PNE.

ESPECÍFICOS

– Possibilitar a apresentação dos trabalhos de dança produzidos por grupos ou bailarinos independentes de diversos países, especialmente do MERCOSUL;

– Fomentar o surgimento de novos produtores artísticos, especialmente pelo convenio com a Universidade Federal do Pampa e o curso de Produção e Política Cultural;

– Promover o intercâmbio entre os artistas e movimentos culturais de nosso município, estado e país;

– Resgatar e incentivar o gosto pela dança, auxiliando o enriquecimento e fortalecimento da cultura local e a integração deste com os visitantes dos países participantes;

– Proporcionar aos diversos artistas profissionais e/ou amadores, a oportunidade de serem vistos e reconhecidos, bem como dar oportunidade ao surgimento de talentos locais;

4. JUSTIFICATIVA

Acreditamos que o evento serve como um momento de entretenimento familiar e de promoção cultural para a sociedade jaguarense e aquelas visitantes. Além disso, a participação de estudantes em um evento artístico de dança e música serve como meio exponencial de aprendizagem, desenvolvendo a consciência da arte da dança. É sabido que a prática da dança é importante para o desenvolvimento e manutenção da saúde e da socialização do indivíduo, possibilitando a estruturação da personalidade, o que permite um melhor conhecimento de si mesmo.

A dança serve como um relevante estímulo à criatividade, além de despertar na criança e adolescente a valorização e respeito às diferenças individuais, construindo, com isso, a harmonia, a disciplina e a concentração em âmbito da Unidade Escolar, da família e da comunidade de modo geral.

Somando-se a isso, pensamos que um Festival como esse, ao fixar-se no calendário cultural da cidade, auxiliará a promover o desenvolvimento regional, principalmente pela atração de participantes e/ou turistas. A chegada de pessoas para participarem do evento movimenta a rede hoteleira e gastronômica da cidade, o setor de serviços e vendas, bem como da coirmã Rio Branco no Uruguai.

Ainda, temos os imigrantes árabes que acabaram fixando residência na faixa de fronteira gaúcha, que inclui uma comunidade bem reconhecida na cidade de Jaguarão, especialmente ligados ao comercio, mas que tem suas manifestações culturais extremamente veladas, tendo como agravante que a cultura árabe é pouco conhecida de muitas pessoas ou muito superficial, causando pela falta de conhecimento muitos preconceitos, estabelecidos principalmente pela visão do Orientalismo do século XVIII e deturpações da sua historia e tradição, divulgadas ou exploradas inconvenientemente por meio das grandes mídias, que coloca diversas vezes estes indivíduos e sua cultura de forma equivocada e mal intencionada.

Por todos estes fatores o evento torna-se essencial para auxiliar no desenvolvimento humano em todas suas vertentes nesta região fronteiriça que muitas vezes fica esquecida ou preterida, sendo uma oportunidade impar de descentralizar estes tipos de evento das grandes cidades.

5. CURRÍCULO E FICHA TÉCNICA:

Produtor Executivo: Tiago Coimbra Machado, militar da reserva, professor de artes marciais, possui grande experiência em organização de eventos desde a época que trabalhava na ativa do Exército Brasileiro, adaptou seus conhecimentos na área organizacional e produziu entre 2007 e 2010 os Espetáculos do Ayuni Studio de Dança, passando posteriormente para a produção do Festival Ayuni Belly Dream, acumulando ainda a área de divulgação e comercialização.

Direção Artística: Luiza Amaro da Silveira Araujo empresária, professora e bailarina de dança do ventre, com mais de 15 anos de experiência, já participou como convidada, jurada e professora em diversos Festivais Internacionais de dança árabe, ganhou diversos prêmios em festivais de dança do RS e nacionais. Proprietária do Ayuni Studo de Dança, coordena e também produz seus eventos desde 2006.

Diretor de Palco: Abelardo Oliveira, professor de ballet e jazz, artista plástico, carnavalesco, figurinista e decorador de eventos, com mais de 30 anos de experiência na dança, já participou de diversas produções de dança ao longo de sua carreira. Atua desde 2006 como consultor artístico nos espetáculos do Ayuni Studio de Dança e passou a atuar como diretor de Palco no Festival Ayuni Belly Dream já em 2011.

Assistente de Produção: Luciano Chaves Araujo, eletricista e artista plástico amador, auxilia na produção de eventos desde o inicio dos estudos da filha Luiza, especialmente na área de cenário e iluminação, sendo o responsável por assinar estes nos espetáculos de 2006 a 2009, no Ayuni Belly Dream foi o responsável pela montagem do palco, além de ser o apresentador oficial do evento.

Secretaria: Cristiane Dutra Amaro da Silveira, empresária, esteve presente em diversos eventos e atividades da dança acompanhando sua filha Luiza, trabalhou como atendente de público na Cia Estadual Energia Elétrica do RS, e atua na mesma função de secretaria no Ayuni Studio de Danças.

6. RESULTADOS OBTIDOS

O evento já é referência em termos de organização, qualidade e integração, movimenta diversos setores socioeconômicos da cidade, como os ramos de hotelaria, gastronomia, comercial, educacional, turístico e cultural. Movimenta aproximadamente mais 100 participantes de fora da cidade, entre bailarinos, professores, alunos e acompanhantes. A média de público é de mais de 350 pessoas por ano, restringida somente pelo espaço físico do local realizado. Abrangência de mais de 15 cidades de 5 países e 6 Estados brasileiros diferentes. Na cidade já mobilizou mais de 60 alunos de dança e mais de 20 universitários de Turismo auxiliando na organização do evento.

Através de convênios com Exército Brasileiro (12º R C Mec), Secretaria de Cultura e Prefeitura Municipal recebeu apoio logístico, com os clubes 24 de Agosto, Circulo Militar e Harmonia Jaguarão recebeu apoio de infraestrutura. A UNIPAMPA deu apoio através dos alunos da faculdade de turismo, que puderam aplicar seus conhecimentos na pratica auxiliando na organização do evento. No campo social, a inclusão dos alunos bolsistas do Instituto Maktub e alunos do Centro de Economia Solidária do bairro pindorama, nos cursos ministrados pelos bailarinos, sem custo algum, criou uma ligação direta entre essas pequenas bailarinas e o que há de melhor no mundo da dança, sendo uma experiência incrível para que as novas gerações se dediquem e se sintam incluídas neste universo.

 

 

 

Leave a Reply